quarta-feira, 1 de julho de 2009

MAMOGRAFIA GRÁTIS - AGORA É LEI.


Mais uma arma contra o câncer de mama


29 de Abril agora faz parte da história como o dia da entrada em vigor da Lei Federal 11.664/2008, que determina a realização pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de mamografias anuais de graça para todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Para marcar a data, foi realizada, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a 1ª caminhada de Combate ao Câncer de Mama. O ato foi organizado pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama – Femama.


O deputado Darcísio Perondi, presidente da Frente Parlamentar da Saúde e um dos principais parceiros da Femama no Congresso Nacional, elogiou a iniciativa da caminhada, bem como a instituição da data como o Dia Nacional de Combate ao Câncer de Mama. Perondi reiterou a importância da mamografia para a redução da mortalidade pelo câncer de mama, doença que mais mata mulheres no Brasil, cerca de 12 mil por ano. Só em 2008 foram diagnosticados mais de 48 mil novos casos.


“O grande desafio é tirar essa Lei do papel e fazer com que ela pegue de fato”, afirmou Perondi. Para o parlamentar gaúcho, a Lei já está mexendo com os gestores públicos. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, inclusive, prometeu empenho. Disse que, se os prefeitos e governadores solicitarem, ele vai liberar recursos extras para aumentar o número de mamografias. “Então vamos fazer com que eles solicitem”, completou Perondi.


Segundo dados da Femama, o prazo entre o diagnóstico da doença e o início do tratamento demora em média 188 dias, o que reduz drasticamente as chances de cura. O deputado Darcísio Perondi ressalta que o diagnóstico precoce deve acontecer em no máximo 30 dias, o que pode significar 95% de chances de cura.


A Femama, fundada no dia 22 de julho de 2006, mobiliza 30 instituições filantrópicas em 16 Estados brasileiros e é liderada pela gaúcha Maira Caleffi. Segundo ela, com a entrada em vigor da nova Lei, a rede pública precisa ser equipada com equipamentos para mamografias de qualidade.


“Não basta assegurar o diagnóstico precoce, mas também o tratamento rápido e de qualidade, pois cada centímetro que o tumor cresce, a chance de cura diminui”.


Assessoria de Imprensa: Fábio Paiva – (61) 9982-0070
Chefia de Gabinete: Frederico Borges – (61) 9216-0101

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mulheres no Brasil

Fundo de Desenvolv. das Nações Unidas para a Mulher

Homens contra a Violência

Pesquise Aqui

Carregando...

Seguidores

Páginas